Brasileirão Série A

Palmeiras goleia Botafogo em casa

O Palmeiras recebeu no Allianz Parque a equipe do Botafogo, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 19h desta quinta-feira (09). Com a vitória por 4 a 0, com gols de Rony, duas ...

Por Redação

há 1 mês


Palmeiras goleia Botafogo em casa
O jogador Wesley, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do Botafogo FR, durante partida válida pela décima rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na arena Allianz Parque. (Foto: Cesar Greco)


O Palmeiras recebeu no Allianz Parque a equipe do Botafogo, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 19h desta quinta-feira (09). Com a vitória por 4 a 0, com gols de Rony, duas vezes (aos 10 e aos 33 do primeiro tempo), de Gustavo Scarpa (aos 17 da etapa inicial), e de Wesley (aos 41 do segundo), o Verdão retomou a liderança, indo a 19 pontos na tabela e com o mesmo número de partidas em relação aos outros participantes – seguido do Corinthians, com 18 pontos.

Clique aqui para ver a ficha técnica, estatísticas e tudo sobre o jogo!

De quebra, a vitória rendeu outras marcas expressivas ao time de Abel Ferreira: a equipe chegou ao 16° jogo sem perder (12 vitórias e quatro empates) – o que representa a maior invencibilidade atual dentre as equipes da elite do futebol brasileiro, além de emplacar ainda o seu nono jogo invicto só pelo Brasileirão (das dez rodadas disputadas, foi superado somente na primeira, pelo Ceará, enquanto todos os outros clubes sofreram revés em pelo menos um jogo a partir da segunda rodada – o que faz do Maior Campeão do Brasil o dono da maior invencibilidade atual também no Brasileirão 2022, com cinco vitórias e quatro empates).

E não é só isso. Em decorrência dos números desta partida, o Palmeiras, que já era o dono da melhor defesa do campeonato e, como não sofreu gol hoje (assim como nos quatro duelos anteriores pela competição) segue com apenas cinco gols sofridos, passou a ser detentor também do melhor ataque do Nacional: com os quatro gols marcados nesta quinta, a equipe foi a 17 bolas na rede nos dez duelos disputados e, com este número, superou os 16 do Atlético-MG, se isolando como o novo dono do melhor ataque do Brasileirão.

Se no Brasileirão o Palmeiras vem dominando as principais estatísticas (liderança, melhor ataque, melhor defesa e maior invencibilidade), no retrospecto geral até mesmo em relação à sua centenária história, o time também vem sobressaindo na temporada 2022, cuja comparação dos números em relação a todas as outras temporadas anteriores nos quase 108 anos de história do clube lhe dá margem de destaque. Nesta noite, por exemplo, pelo fato de não ter sofrido gol, o Palmeiras passou a ter a mais baixa média de gols da história alviverde em todas as temporadas! Isso porque o time atingiu a marca de 0,52 gol sofrido por partida (foi vazado 19 vezes em 36 jogos) e, com isso, essa média passou a ser ainda menor do que a antiga recordista, com 0,54 gol sofrido por jogo na incrível temporada de 1972 com Oswaldo Brandão (a lendária Segunda Academia sofreu 44 gols em 81 jogos).

Além disso, o Maior Campeão do Brasil chegou a 26 vitórias em seus 36 jogos disputados na temporada 2022 e, com isso, venceu 72% de seus jogos – o melhor dos últimos 90 anos, e possui apenas 5,56% de derrotas (somente dois reveses em 36 jogos) – o que faz dessa a segunda temporada com o mais baixo índice de resultados negativos, atrás só de 1930, quando, naquele ano, o Palestra Italia perdeu dois dos 39 duelos disputados.

Desta forma, com números absolutos no Brasileirão e também reforçando estatísticas postivias em meio à sua própria história (seja se aproximando de recordes históricos ou ainda impondo novos), o Palmeiras ainda domina outras estatísticas em comparação com seus rivais que estão na Série A do Campeonato Brasileiro 2022 incluindoo partidas realizadas por quaisquer competições no ano: possui o melhor aproveitamento de pontos (80%, seguido pelo Atlético-MG, com 73,96%), o melhor ataque (média de 2,08 gols por partida, seguido pelo Atlético-MG, com 1,88) e a melhor defesa (média de 0,52 por partida, seguido pelo Ceará, com 0,57). Por fim, como mandante, o time lidera em aproveitamento (88%) e gols marcados (2,26).

Como mandante, aliás, o Palmeiras não perde agora há nove jogos, acumulando sete vitórias e dois empates – isso considerando jogos que tenha disputado como mandante por quaisquer competições, inclusive duas partidas na Arena Barueri. No geral da temporada, o Verdão chegou ao seu 20° jogo como mandante e soma 17 vitórias, dois empates e uma única derrota.

Somente em sua casa, no Allianz Parque, o Palmeiras vem fazendo da temporada 2022 a mais vitoriosa da história da Arena (inaugurada em 2014) em termos de aproveitamento: 88%. O Verdão venceu 15 dos 18 jogos que disputou na arena neste ano (foi superado apenas pelo Ceará no Brasileirão, por 3 a 2), marcou 42 gols e sofreu apenas oito. O segundo melhor aproveitamento de pontos em uma temporada na arena é de 76%, em 2019 (18 vitórias e cinco empates em 26 jogos).

Essa é também a temporada do Allianz em que o time registoru o maior percentual de vitórias em comparação aos outros anos: 84% em sua arena na temporada (15 triunfos em 18 jogos), seguido de 2017 e de 2019, empatadas com 69% de vitórias – em 2017, registrou 20 triunfos dos 29 disputados; e em 2019, foram 18 vitórias dos 26 duelos.

E se não bastasse, com apenas oito gols sofridos em 18 duelos, o Alviverde registra a baixa média de 0,44 gol sofrido por jogo em sua casa nesta temporada. Com isso, esse número fez com que os números da arena em 2022 também se tornassem o melhor no quesito, superando os 0,46 gol sofrido por jogo de 2019 (foram 12 gols sofridos nas 26 partidas que o time disputou no Allianz Parque naquele ano).

Ainda no quesito mandante, mas desta vez especificamente contra o adversário enfrentado, o Palmeiras impôs outra boa estatíscia: chegou a seis duelos invictos contra o Botafogo como mandante, sendo quatro vitórias seguidas e, depois, um empate no jogo mais recente antes deste. As vitórias foram por 1 a 0, pelo Brasileiro de 2016; 2 a 0 pelo Brasileiro de 2017; novamente 2 a 0, pelo Brasileiro de 2018; 1 a 0, pelo Brasileiro de 2019 (sendo este jogo no Pacaembu); 1 a 1 no encontro anterior ao de hoje; e agora 4 a 0. Com exceção do duelo no Pacaembu, todos os jogos dessa sequência foram no Allianz Parque.

Curiosamente, o duelo contra o Glorioso aconteceu exatamente após cem anos desde que se enfrentaram pela primeira vez, em maio de 1922. Na ocasião, o Botafogo foi o primeiro dos quatro grandes times do Rio de Janeiro a ter cruzado os caminhos do Palmeiras (triunfo palestrino por 1 a 0 no Parque Antarctica, gol de Caetano Imparato, pela Taça City – oferecida por uma construtora da época). Já o primeiro time carioca a enfrentar o Verdão de forma geral foi o São Cristóvão-RJ, em 1918.

O JOGO

Com um primeiro tempo infinitamente superior, o Palmeiras sobrou e abriu 2 a 0 com pouco mais de 15 minutos de jogo. Fechou a etapa inicial vencendo por 3 a 0, fora o forte ritmo impresso e gols anulados. Os gols foram marcados por Rony, duas vezes (aos 10 e aos 33), e por Scarpa (aos 17).

Já no segundo tempo, modificado, o Botafogo se recompôs e propôs um jogo mais combativo, de igual para igual. Mesmo assim, o Palmeiras sobrassia nos lances-chave – tanto que chegou a mais um gol no final da etapa derradeira, com Wesley, fechando a contagem em 4 a 0.

Vale destacar o retorno de Weverton no time titular, que foi bem no arco quando requisitado, e também do volante Danilo – ambos estavam servindo a Seleção Brasileira em dois amistosos na Ásia e se reapresentaram ontem na Academia de Futebol, e mesmo assim foram a campo, mostrando vigor e empenho.

Destaque também para uma Cria da Academia no onze inicial: Gabriel Veron, que recentemente voltou de lesão e chegou ao seu jogo de número 87 pelo clube. A sua última partida como titular havia sido no dia 03 de maio, contra o Independiente Petrolero-BOL, pela Libertadores, vitória por 5 a 0 fora de casa.

Além dos gols, Rony, que chegou a 35 bolas na rede pelo clube, marcou pela quinta vez no Brasileirão 2022 e, com isso, segue sendo artilheiro isolado do time no Nacional.

E Scarpa por sua vez, além do gol que marcou, concedeu duas assistências para os gols de Rony. Com isso, o jogador foi a 37 gols pelo Palmeiras (subiu de 9° para 8° no ranking dos dez maiores artilheiros do Verdão no Século XXI, igualando Alex Mineiro, e chegou a 47 assistências (é o vice-líder do elenco, atrás só de Dudu, com 80). Além disso, Scarpa dividia o posto de garçom do time na temporada 2022 com Raphael Veiga, ambos com seis. Agora o camisa 14 se isola, com oito passes a gol.

E por fim, o camisa 7 Dudu, que já domina todas as estatísticas do Allianz Parque (mais jogos, vitórias, gols e assistências) também chegou a 101 vitórias no Brasileirão, se isolando como o terceiro que mais venceu pelo clube nesta competição – antes, estava empatado com seu xará Dudu, volante dos anos 60 e 70, com 100 vitórias. Agora o atacante Dudu, nessa lista, só está atras de Ademir da Guia (que venceu 109 vezes pelo Brasileirão com a camisa do Palmeiras) e Emerson Leão (112).

PALMEIRAS LANÇA PATCH NA CAMISA

Na partida desta quinta-feira (09), contra o Botafogo, o Palmeiras estreou a nova versão de sua camisa visando promover o seu programa de sócios-torcedores, e o manto agora passou a contar com o Patch personalizado com o logo da Avanti, que cresceu 64% nos últimos seis meses.

Desde o dia 15 de dezembro do ano passado, quando a nova gestão presidencial assumiu o comando do Maior Campeão do Brasil, o Programa Avanti saltou de 41.929 para 68.978 sócios (número registrado no dia 09 de junho), um crescimento de 64%. Com valores a partir de R$ 9,99 por mês, o Avanti possui oito opções de planos para os palmeirenses: Verde, Bronze, Prata, Prata Superior, Ouro, Platina, Diamante e Especial (apenas para associados do clube social).

Tornando-se sócio Avanti, o torcedor terá prioridade na compra de ingressos para os jogos do clube dentro de casa, vantagens e experiências exclusivas e descontos em serviços e produtos, além de poder contribuir diretamente para o futebol do clube, que conta com 100% da renda do programa.

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Murilo e Piquerez; Danilo (Fabinho, aos 16’/2ºT), Zé Rafael e Gustavo Scarpa (Atuesta, aos 35’/2ºT); Dudu (Breno Lopes, aos 35’/2ºT), Gabriel Veron (Rafael Navarro, aos 16’/2ºT) e Rony (Wesley, aos 31’/2ºT). Técnico: Abel Ferreira.

Gols: Rony (11’/1ºT) (1-0), Gustavo Scarpa (17’/1ºT) (2-0), Rony (33’/1ºT) (3-0), Wesley (41’/2ºT) (4-0).

Cartão amarelo (SEP): Piquerez.

fone: https://www.palmeiras.com.br/noticias/palmeiras-goleia-botafogo-em-casa-retoma-lideranca-no-brasileiro-e-vai-a-16-jogos-sem-perder/
Outras noticias do Brasileirão Série A

  Inter empata em 1 a 1 com o Santos na Vila Belmiro